Departamento de Justiça processa Google em caso antitruste que pode remodelar Internet

A ação movida em um tribunal federal em Washington, D.C. alega que o Google dominou injustamente a indústria de pesquisa online ao sufocar a concorrência, o que prejudica os consumidores.

O processo também acusa o Google de usar bilhões de dólares recebidos de anunciantes para que fabricantes de telefones garantissem que seu mecanismo de pesquisa fosse o padrão nos navegadores. O Google — que é avaliado valendo US$ 1 trilhão — é usado em 60% de todas as consultas de pesquisa e 80% de pesquisas em dispositivos móveis, de acordo com o governo.

“O Google não compete mais apenas pelos méritos, mas usa seu poder monopólio — e bilhões em lucros monopólios — para bloquear caminhos-chave para pesquisar em telefones celulares, navegadores e dispositivos de próxima geração, privando rivais de distribuição e escala”, disse o procurador-geral Bill Barr.

“O resultado final é que ninguém pode desafiar o domínio do Google na publicidade de pesquisa e pesquisa”, disse Barr.

“Essa falta de concorrência prejudica usuários, anunciantes e pequenas empresas na forma de menos opções, qualidade reduzida (inclusive em métricas como privacidade), preços mais altos de publicidade e menos inovação.”

O Google chamou o processo de “profundamente falho” e disse que as pessoas usam a gigante de buscas “porque escolhem, não porque são forçadas a fazê-lo”.

“Essa ação judicial não faria nada para ajudar os consumidores. Pelo contrário, isso artificialmente sustentaria alternativas de pesquisa de baixa qualidade, aumentaria os preços dos telefones e tornaria mais difícil para as pessoas obterem os serviços de pesquisa que querem usar”, disse o diretor jurídico Kent Walker em um comunicado.

Onze estados, todos republicanos, aderiram ao processo. Estados controlados por democratas, incluindo Nova York, estão conduzindo uma investigação antitruste separada. A procuradora-geral de Nova York, Letitia James, disse em um comunicado que sua investigação estava em andamento.

O processo do Google marca o ato mais significativo do governo para proteger a concorrência desde seu caso inovador contra a Microsoft há mais de 20 anos. Esse caso levou mais de uma década para ser resolvido.

(Daily News)

Categorias:Mundo, Tecnologia

Marcado como:,