Ransomware desativa banco de dados eleitoral no condado da Geórgia

Um ataque de ransomware que mancou um governo do condado da Geórgia no início de outubro teria desativado um banco de dados usado para verificar assinaturas de eleitores na autenticação de cédulas ausentes.

É o primeiro caso relatado de um ataque de ransomware que afeta um sistema relacionado à eleição no ciclo de 2020. Autoridades federais e especialistas em segurança cibernética estão especialmente preocupados que os ataques de ransomware – mesmo aqueles que não visam intencionalmente a infraestrutura eleitoral – possam interromper a votação e prejudicar a confiança na integridade da eleição de 3 de novembro.

O ataque de 7 de outubro ao condado de Hall, no norte do estado, atingiu sistemas críticos e interrompeu os serviços telefônicos, disse o condado em um comunicado publicado em seu site. A porta-voz do condado, Katie Crumley, não retornou vários pedidos de comentário da Associated Press.

Pelo menos 82 órgãos do governo nos EUA foram atingidos por ransomware até agora este ano. Dezoito desses incidentes ocorreram desde o início de setembro, segundo a Emsisoft.

(AP)

Categorias:Mundo, Tecnologia

Marcado como:, ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.