59 corpos encontrados em covas clandestinas no estado de Guanajuato, México

Os restos mortais de 59 corpos foram descobertos em covas clandestinas em uma região do centro do México que sofreu alguns dos mais altos níveis de violência por drogas nos últimos anos, segundo as autoridades nacionais.

A triste descoberta foi feita no município de Salvatierra, no estado de Guanajuato, onde a taxa de homicídios aumentou em meio a uma guerra entre cartéis rivais de drogas.

Pelo menos 10 dos corpos eram mulheres e a maioria dos corpos pertencia a pessoas muito jovens, até mesmo adolescentes, de acordo com Karla Quintana, chefe da Comissão Nacional de Busca do México.

O alarme levantado por parentes de pessoas desaparecidas levou à maior descoberta de sepulturas clandestinas em Guanajuato, disse ela em uma coletiva de imprensa na tarde de quarta-feira.

“Temos mais desenvolvimentos positivos possíveis, com os quais continuaremos trabalhando aqui até terminarmos o trabalho”, disse ela.

Guanajuato registrou 2.250 homicídios entre janeiro e agosto deste ano, segundo dados oficiais, um aumento de mais de 25% em relação ao mesmo período do ano passado.

(Reuters)