Colômbia prorroga quarentena seletiva até final de novembro

 A Colômbia estenderá a chamada quarentena seletiva até o final de novembro, disse o presidente Ivan Duque em discurso noturno na quarta-feira.

“Eu dei instruções muito claras ao Ministro da Saúde … para que um decreto no dia 1º de novembro prorrogue o isolamento seletivo com o distanciamento individual responsável até 30 de novembro, mantendo assim as condições atuais”, disse Duque.

Duque pediu às autoridades locais e aos cidadãos que exercessem maior controle para ficar longe das multidões para evitar surtos como os que estão ocorrendo nos países europeus.

O país andino começou mais de cinco meses de confinamento em março. Ele entrou em uma fase de quarentena “seletiva” muito mais frouxa – permitindo jantar em restaurantes e voos internacionais – no início de setembro.

A Colômbia registrou mais de 1 milhão de infecções do novo coronavírus, com 30.753 mortes.

(Reuters)