Porcelanas antigas que se encontravam em castelo da Áustria são exibidas no Japão

Peças de porcelana antigas de uma coleção mantida em um castelo da Áustria estão sendo exibidas em Tóquio a partir desta terça-feira, após terem sido restauradas.

Obras de Koimari, ou Imari Antigo, adquiridas pelo proprietário do Castelo Loosdorf, no leste da Áustria, há cerca de 300 anos, haviam sido preservadas no local. Contudo, a maioria das peças havia sido estilhaçada durante os tumultos no final da Segunda Guerra Mundial.

Um projeto de restauração das obras, que datam do Período Edo e são do norte da região de Kyushu, recebeu o apoio da Embaixada da Áustria no Japão, em comemoração aos 150 anos de amizade entre os dois países. Algumas das peças foram restauradas através de técnicas japonesas.

Entre os cerca de 150 artefatos da exposição encontra-se um grande prato, de cerca de 45 centímetros de diâmetro, decorado com temas como pinheiros, flores de ameixeiras e grous, e adornado com fios de ouro.

Segundo funcionários envolvidos no projeto, durante o processo de restauração, descobriu-se que alguns dos vasos feitos na China e na Europa eram imitações do Imari Antigo. Essas réplicas são um testemunho da imensa popularidade da porcelana japonesa durante o período.

A exposição intitulada “A Tragédia do Castelo Loosdorf” permanece aberta até o dia 24 de janeiro no Museu de Arte Okura, em Tóquio.

(NHK)

Categorias:Curiosidades, Mundo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.