Anvisa determinou a paralisação dos testes com a vacina da Sinovac

Os testes com a vacina CoronaVac foram interrompidos nesta segunda-feira (9), depois da comunicação de que um dos participantes dos testes clínicos foi encontrado morto em São Paulo, no fim de outubro. 

A Anvisa diz que não recebeu informações detalhadas sobre o caso, nem um posicionamento do Comitê Internacional Independente que supervisiona a pesquisa. Segundo o diretor-presidente da agência, Antonio Barra Torres, a agência tomou então uma decisão “técnica” de suspender a vacinação de novos voluntários até que a “dúvida” sobre o ocorrido fosse esclarecida.

“Depois de saber da ocorrência desse evento, e sem maiores detalhes, seria uma total irresponsabilidade, ouso dizer, beirando a prática criminosa, permitir o prosseguimento (dos testes), sem que tudo seja devidamente esclarecido”, disse Barra, em coletiva de imprensa também nesta terça-feira.

O Instituto Butantan, por sua vez, afirmou que “o evento adverso grave” (morte do voluntário) não tem qualquer relação com a vacina em teste e, por isso, questionou em entrevista coletiva a paralisação da fase de teste pela agência.

Categorias:Brasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.