“O México “não é uma colônia” e reconhecerá o novo governo dos EUA quando ele for legitimamente constituído

O presidente mexicano Andres Manuel Lopez Obrador destaca-se como um dos poucos líderes dos principais países que ainda não parabenizou Joe Biden por sua vitória nas eleições presidenciais, dizendo que era muito cedo e que seu país “não era uma colônia”.

Lopez Obrador, que acusou rivais de fraude eleitoral em suas derrotas presidenciais em 2006 e 2012, diz que não tem lado na eleição dos EUA, e vai esperar até que os desafios legais lançados pelo governo Trump sobre a votação tenham sido resolvidos.

“Não podemos fazer nenhum tipo de reconhecimento de um governo que ainda não está legalmente e legitimamente constituído”, disse ele em uma coletiva de imprensa. “Não depende de nós, isso é intervencionismo.”

Lopez Obrador não mostrou tal hesitação em parabenizar os vencedores da eleição presidencial da Bolívia em 2019, Evo Morales, que mais tarde foi anulada por irregularidades. Críticos cobram que sua posição sobre Biden não é neutra.

O presidente dos EUA, Donald Trump, que tem ameaçado repetidamente prejudicar economicamente o México se não restringir a imigração ilegal, recusou-se a aceitar a derrota e lançou processos para apresentar alegações de fraude eleitoral. As autoridades estaduais disseram que não estão cientes de nenhuma irregularidade significativa.

Biden, um democrata, ultrapassou o limite de 270 votos do Colégio Eleitoral necessários para conquistar a presidência no sábado.

Enquanto estava na oposição, Lopez Obrador comparou Trump ao ditador nazista Adolf Hitler e prometeu colocá-lo “em seu lugar” se eleito. Desde que assumiu o cargo há quase dois anos, ele tem se esforçado para evitar conflitos com o presidente dos EUA.

Sua atitude na votação incomodou alguns democratas, mas Lopez Obrador insistiu que não haveria repercussões para o México.

“Porque estamos aderindo à nossa política de princípios”, disse ele. “Além disso, não somos uma colônia. Somos um país livre, independente e soberano. O governo mexicano não é um fantoche de nenhum governo estrangeiro.”

Lopez Obrador, de esquerda, faz parte de um grupo de líderes mundiais ainda para parabenizar Biden, juntamente com o presidente de direita do Brasil, Jair Bolsonaro, o russo Vladimir Putin e o chinês Xi Jinping.

(Mercopress)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.