Ministro da Defesa é único representante político das Forças Armadas, diz nota de Azevedo e comandantes

O ministro da Defesa e os comandantes da Marinha, Exército e Aeronáutica divulgaram nota conjunta neste sábado afirmando que o representante político das Forças Armadas no governo federal é o titular da pasta.

A nota vem na esteira de declarações do comandante do Exército, Edson Pujol, que procuraram demarcar a distância entre o governo do presidente Jair Bolsonaro e as Forças Armadas e publicação do próprio presidente nas redes sociais sobre o assunto.

“O único representante político das Forças Armadas, como integrante do governo, é o ministro da Defesa”, diz a nota assinada pelo ministro Fernando Azevedo e os comandantes militares.

A nota afirma também que “a característica fundamental das Forças Armadas como instituições de Estado, permanentes e necessariamente apartadas da política partidária, conforme ressaltado recentemente por chefes militares, durante seminários programados, é prevista em texto constitucional e em nada destoa do entendimento do governo e do presidente da República”.

Na sexta-feira, em um seminário sobre defesa nacional, Pujol disse que “somos instituição de Estado, não somos instituição de governo”.

“Não temos partido, nosso partido é o Brasil, independentemente de mudanças ou permanências de determinado governo por um período longo. As Forças Armadas cuidam do país, da nação, elas são instituição de Estado, permanentes, não mudamos a cada quatro anos a nossa maneira de pensar, de como cumprir as nossas missões”, disse o comandante do Exército.

No dia anterior, em uma live organizada pelo Instituto para a Reforma das Relações entre Estado e Empresa (IREE) sobre defesa, Pujol já fora na mesma linha.

“Não queremos fazer parte da política governamental ou do Congresso Nacional, e muito menos queremos que a política entre no nosso quartéis”, afirmou o general.

“O fato de eventualmente militares serem chamados para exercer cargos no governo é decisão exclusiva da administração do Executivo”, acrescentou.

(Reuters)

Categorias:Mundo

Marcado como:, ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.