México explica a decisão de inundar áreas indígenas pobres

O presidente mexicano Andrés Manuel López Obrador disse nesta segunda-feira que teve que enfrentar uma difícil decisão sobre permitir que uma grande cidade seja inundada ou direcionar o excesso de água para áreas indígenas mais pobres e escassamente povoadas. O presidente, cujo lema sempre foi “os pobres vêm primeiro”, escolheu o último.

“Isso me dói muito”, disse López Obrador, ao observar que “teria havido muito mais pessoas afetadas” se a cidade de Villahermosa tivesse sido inundada. Ele prometeu arrastar canais de rios e reduzir o foco na produção de energia hidrelétrica em uma barragem cujo escoamento contribuiu para o problema.

López Obrador defendeu sua decisão de abrir comportas estratégicas, dizendo que isso evitou uma grande enchente em Villahermosa, capital do estado de Tabasco, na costa do Golfo, com mais de 350.000 habitantes.

Tabasco é o estado natal do presidente, e fortes chuvas afetaram cerca de 161.000 habitantes cujas casas foram inundadas ou tiveram de ser evacuadas.

Mas ele disse no domingo que quando uma barragem em Tabasco atingiu sua capacidade, a água teve que ser liberada e “tivemos que escolher o menor dos dois males, e não inundar Villahermosa”.

“Isso depois prejudicou o povo de Nacajuca e a região de Chontal (indígena), os mais pobres, mas tivemos que tomar uma decisão”, disse López Obrador. O município predominantemente rural de Nacajuca tem cerca de 83.000 habitantes.

(AP)

Categorias:Américas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.