Bolsonaro e Putin acertam liberação do motorista brasileiro preso na Rússia

Preso em março de 2019 na Rússia, por posse do remédio Mytedom 10 mg, considerado uma droga no país, o motorista Robson Nascimento de Oliveira, de 48 anos, poderá ser liberado nos próximos dias.

O brasileiro trabalhava para o jogador Fernando, volante com passagem pela seleção brasileira, que atuava pelo Spartak de Moscou, quando foi detido com o medicamento que era destinado ao sogro de Fernando.

Após intervenções do presidente Bolsonaro pedindo a soltura de Oliveira, o presidente russo, Vladimir Putin, sinalizou com a resolução do caso e a saída do motorista da prisão.

No mês passado, Bolsonaro interferiu pessoalmente no caso, enviando uma carta a Putin pedindo a soltura do motorista, com o argumento de que ele entrou nessa situação por total desconhecimento da regra local.

O documento foi levado pessoalmente a Moscou pelo presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado, Nelsinho Trad (PSD-MS), e pela secretária de Negociações Bilaterais na Ásia, Pacífico e Rússia do Ministério das Relações Exteriores, Márcia Donner Abreu.

Na última terça-feira (17), o brasileiro, que está preso na Unidade Penal de Kashira (110 km de Moscou), passou por mais uma audiência.

Categorias:Brasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.