Governo chinês ameaça fechar igrejas caso fiéis não adorem o Partido Comunista Chinês, diz revista

Em seu esforço contínuo para eliminar o cristianismo ou qualquer outra religião no país, o governo chinês está transformando igrejas ou locais de culto religioso em centros de propaganda do regime comunista.

A revista Bitter Winter relatou que o Departamento de Assuntos Religiosos do governo de Putian, na província de Fujian, gastou cerca de US $ 75.000 (cerca de R$ 408.125) no mês passado para transformar o primeiro andar do local de culto do movimento religioso ‘Igreja de Deus Todo-Poderoso’, localizado na cidade de Daitou, no distrito de Xiuyu, em um centro de propaganda para promover o Partido Comunista e seus líderes.

A exibição dentro da igreja é intitulada “Estação de Prática de Civilização para uma Nova Era“. O objetivo do governo comunista é transformar os fiéis em ‘bons membros do Partido Comunista Chinês por meio da educação‘.

Segundo a Bitter Winter, nos últimos dois anos, o governo comunista chinês estabeleceu essas estações de ‘prática civil’ em todo o país para impor o dogma comunista aos seus cidadãos. Essas estações são frequentemente instaladas em igrejas e outros locais religiosos que foram assumidos pelo governo.

No início deste mês, mais de 100 funcionários do governo compareceram à inauguração da ‘estação de civilização’ dentro do local de culto do movimento ‘Igreja de Deus Todo-Poderoso’. A exibição incluiu 168 pôsteres sobre os ditadores Mao Zedong, Xi Jinping e outros líderes comunistas do passado e do presente.

O líder do movimento religioso foi forçado a incluir histórias sobre Mao Zedong em sua pregação daquele dia, de acordo com a revista Bitter Winter.

“Não ousamos recusar esses materiais de propaganda por medo de que o governo proíba nossas reuniões”, disse um membro do movimento religioso. “Somos impotentes para desafiá-los.”

Uma fotografia publicada pela Bitter Winter mostra um retrato do ditador Xi Jinping, pendurado com destaque no santuário do local de culto, junto a um par de bandeiras nacionais da China. Outras fotos mostraram livros de Xi Jinping e outros materiais do Partido Comunista Chinês exibidos dentro da casa de culto. Se uma destas casas de culto se recusar a exibir a fotografia do ditador Xi Jinping durante seus cultos, ela pode ser fechada.

“Tive de concordar com isso, temendo perder nosso local”, explicou o pregador.

Enquanto templos cristãos, budistas e taoistas estão sendo destruídos e fechados frequentemente, locais de culto dedicados aos líderes do Partido Comunista Chinês estão prosperando.

A Revista Bitter Winter publicou no ano passado um vídeo de uma mulher chinesa adorando Xi Jinping e Mao Zedong no Templo Zhongyuan Yidianhong.

(Conexão Política)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.