Líder do Irã promete retaliação pela morte de cientista nuclear

O líder supremo do Irã prometeu no sábado retaliar pela morte do principal cientista nuclear da República Islâmica, levantando a ameaça de um novo confronto com o Ocidente e Israel nas semanas restantes da presidência de Donald Trump.

O aiatolá Ali Khamenei prometeu continuar o trabalho de Mohsen Fakhrizadeh, que os governos ocidental e israelense acreditam ter sido o arquiteto de um programa secreto de armas nucleares do Irã.

O assassinato de sexta-feira, que o presidente do Irã rapidamente atribuiu a Israel, pode complicar os esforços do presidente eleito Joe Biden para reviver uma distensão com Teerã que foi forjada quando ele estava no governo de Barack Obama.

Trump tirou Washington do pacto nuclear internacional de 2015 acordado entre Teerã e as principais potências.

Khamenei, que é a autoridade máxima do Irã e que diz que o país nunca procurou armas nucleares, disse no Twitter que as autoridades iranianas devem assumir a tarefa de “perseguir este crime e punir seus perpetradores e aqueles que o comandam”.

Fakhrizadeh, que tinha pouco perfil público no Irã, mas que Israel apontou como principal ator no que diz ser a busca por armas nucleares do Irã, foi morto na sexta-feira quando foi emboscado perto de Teerã e seu carro foi atingido por balas. Ele foi levado às pressas para o hospital onde morreu.

O presidente iraniano, Hassan Rouhani, disse em uma reunião televisionada no sábado que o Irã responderia “no momento adequado”.

“Mais uma vez, as mãos más da Global Arrogance e dos mercenários sionistas foram manchadas com o sangue de um filho iraniano”, disse ele, usando termos que as autoridades empregam para se referir a Israel.

O ministro do gabinete israelense, Tzachi Hanegbi, um confidente do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, disse não saber quem cometeu o assassinato. “Eu não tenho ideia de quem fez isso. Não é que meus lábios estejam selados porque estou sendo responsável, eu simplesmente não tenho ideia ”, disse ele ao Meet the Press da N12.

(Reuters)

Categorias:Mundo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.