‘Parem com a loucura’, diz líder do Tigray ao Primeiro Ministro da Etiópia

O líder fugitivo da região de Tigray da Etiópia pediu nesta segunda-feira ao primeiro-ministro Abiy Ahmed para “parar a loucura” e retirar as tropas da região, afirmou que os combates continuam “em todas as frentes” dois dias após Abiy declarar vitória.

Debretsion Gebremichael, em entrevista por telefone à Associated Press, disse que permanece perto da capital Tigray, Mekele, que o exército etíope disse no sábado que agora controlava. Longe de aceitar a declaração de vitória de Abiy, o líder do Tigray afirmou que “temos certeza de que venceremos”.

Ele também acusou as forças etíopes de realizar uma “campanha genocida” contra o povo Tigray. Com a região de Tigray ainda isolada um mês após o início dos combates, ninguém sabe quantas pessoas foram mortas. Cada governo considera o outro ilegal depois que Abiy deixou de lado a outrora dominante Frente de Libertação Popular Tigray depois de tomar posse no início de 2018.

(AP News)

Categorias:Mundo

Marcado como:,