Após EUA, Rússia rompe com o Tratado Céus Abertos

O governo russo anunciou nesta sexta-feira (15) sua retirada do Tratado Céus Abertos, que permite sobrevoar territórios e verificar movimentos militares entre os signatários, porque os Estados Unidos também abandonaram o acordo no ano passado.

Lamentando “os obstáculos para que o tratado continue a funcionar nas atuais circunstâncias”, o ministério das Relações Exteriores da Rússia anunciou que estava iniciando o processo de “retirada da Federação Russa do acordo Céus Abertos”.

Os Estados Unidos deixaram o pacto internacional oficialmente em 22 de novembro de 2020. Assinado inicialmente por 35 países, ele entrou em vigor em 2002.

O Tratado Céus Abertos dá a cada país signatário “o direito de realizar e a obrigação de aceitar voos de observação sobre seu território”, para transmitir o controle de suas atividades militares e instalações estratégicas.

Nos últimos anos, os Estados Unidos acusaram a Rússia, em diferentes ocasiões, de violar o Tratado Céus Abertos. Em maio de 2020, o presidente Donald Trump decidiu retirar seu país do pacto. A medida passou a valer seis meses depois.

Vários países europeus, incluindo França, Alemanha, Bélgica e Espanha, lamentaram a retirada dos Estados Unidos no ano passado, embora tenham indicado compartilhar as preocupações de Washington, para quem Moscou não respeitava as disposições do tratado.

(Com informações da RFI)

Categorias:Mundo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.