A corrida para salvar os mineiros de Qixia

Um total de 22 trabalhadores ficaram presos no subsolo na mina de ouro Hushan, nos arredores de Yantai, na costa nordeste da China, após uma explosão em 10 de janeiro.

As autoridades montaram uma operação massiva para resgatar os mineiros. Cerca de 600 pessoas estão envolvidas no resgate, com até 25 ambulâncias esperando no local, além de neurocirurgiões, especialistas em trauma e psicólogos.

Foi confirmado que um mineiro morreu, enquanto 11 estão vivos. Os 10 restantes estão faltando.

A explosão não foi divulgada por 30 horas, resultando na demissão de dois oficiais.

As equipes de resgate estão perfurando novos poços para alcançar os homens na seção intermediária da mina, a mais de 600 metros da entrada. Outro sobrevivente foi encontrado em uma seção diferente. Alguns poços mais estreitos já alcançaram os mineiros, permitindo que alimentos, água e suprimentos médicos sejam baixados. Alguns poços foram abandonados por motivos técnicos e alguns ainda estão sendo perfurados.

Os mineiros podem ter que esperar mais duas semanas antes de serem resgatados por causa do bloqueio na rota de fuga pretendida, disseram autoridades na quinta-feira (21). (Com informações da Reuters)

Categorias:Mundo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.