Estudo: Crianças que usam telas sensíveis ao toque mais facilmente distraídas do que colegas

Crianças pequenas que usam telas sensíveis ao toque extensivamente são mais facilmente distraídas do que colegas que se envolvem menos com a tecnologia, descobriu um estudo publicado na terça-feira pela Scientific Reports.

Crianças de 12 meses, 18 meses e 42 meses cujos pais relataram alto uso de tela sensível ao toque em casa foram mais rápidas em olhar para novos objetos em seu campo de visão enquanto se envolveram em tarefas de computador do que seus pares que usavam menos telas sensíveis ou não usavam, disseram os pesquisadores.

Da mesma forma, essas crianças foram menos capazes de ignorar distrações durante experimentos do que outras, de acordo com os pesquisadores.

“O uso de smartphones e tablets por bebês e crianças acelerou rapidamente nos últimos anos”, disse o coautor do estudo Tim Smith em um comunicado.

“Os primeiros anos de vida são fundamentais para que as crianças aprendam a controlar sua atenção e ignorar a distração, habilidades precoces que são conhecidas por serem importantes para o desempenho acadêmico posterior”, disse Smith, professor do Centro de Desenvolvimento Cerebral e Cognitivo da Universidade de Londres.

Embora estudos que avaliam o uso de tela sensível ao toque entre crianças variem em seus resultados, pesquisadores estimaram que 70% das famílias nos Estados Unidos têm crianças de 3 anos ou mais ativas nos dispositivos.

Para esta pesquisa, Smith e seus colegas avaliaram os efeitos do uso touchscreen de 38 crianças que foram recrutadas e avaliadas aos 12 meses de idade e avaliadas novamente aos 18 meses de idade e aos 42 meses de idade.

Das crianças estudadas, 24 eram consideradas “altas usuárias” da tecnologia touchscreen, o que significa que estavam envolvidas com os dispositivos por 10 ou mais minutos por dia, disseram os pesquisadores.

Durante cada visita, as crianças participavam de tarefas de computador com um rastreador ocular para medir sua atenção, segundo os pesquisadores.

Objetos apareceram em diferentes locais de tela, e os pesquisadores mediram a rapidez com que as crianças olhavam para os objetos e quão bem eles podiam ignorar objetos distraídos.

“Descobrimos que bebês e crianças com alto uso de tela sensível ao toque eram mais rápidos para olhar para objetos quando eles apareciam e eram menos capazes de ignorar objetos distrativos em comparação com os usuários baixos”, disse Smith.

(Upi News)

Categorias:Educação e Cultura, Mundo

Marcado como:,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.