Mourão demite assessor que articulou impeachment de Bolsonaro

O vice-presidente da República, general Hamilton Mourão, demitiu nessa 5ª feira (28.jan.2021) o assessor Ricardo Roesch Morato Filho. A exoneração foi publicada em edição extra do DOU (Diário Oficial da União). Eis a íntegra.

O anúncio da demissão foi feito depois que o site O Antagonista publicou texto informando que um assessor estaria articulando com congressistas o impeachment do presidente Jair Bolsonaro. A publicação não revelou a identidade do assessor nem dos congressistas.

Mourão chegou a emitir uma nota na tarde de 5ª feira (28.jan) dizendo que a informação era inverídica. O vice-presidente declarou que “ninguém de sua equipe teve, tem ou terá este tipo de comportamento”. Mourão falou ainda que caso algum assessor atuasse neste sentido, “será considerado desleal”.

Mais tarde, ao conversar com jornalistas, voltou atrás e disse que a conversa realmente aconteceu. Condenou a atitude de Ricardo Roesch Morato Filho e declarou que o exoneraria.

A conversa houve. É algo que me deixou extremamente, vamos dizer assim, chateado porque o único patrimônio que eu tenho é a minha honra. E a minha honra está ligada à lealdade. São valores que eu não abro mão. Posso algumas vezes discordar de algumas coisas do presidente Bolsonaro, mas jamais vou trabalhar contra ele. E esse meu assessor avançou um sinal totalmente fora do foco, fora daquilo que são as minhas orientações. Como consequência, ele será exonerado brevemente”, falou o vice-presidente.

O CASO

Segundo reportagem publicada pelo O Antagonista, um assessor de Mourão estaria tentando marcar conversas com lideranças partidárias para tratar da possibilidade de impeachment de Bolsonaro. O site afirma que teve acesso a uma troca de mensagens do assessor com o funcionário de um deputado.

Eis o relato da conversa:

Eu tenho conversado com os assessores de deputados mais próximos. É bom estarmos preparados”, escreveu o assessor do vice-presidente da República.

Ele acrescentou, em outro momento da conversa: “Nada demais. Articulação normal mesmo”.

Segundo o site, o assessor de Mourão ainda comentou que o vice-presidente “dividiu a ala militar do governo, antes dominada por Augusto Heleno”, e disse que “o capitão [Bolsonaro] está errando muito na pandemia”.

General Mourão é mais preparado e político”, declarou o assessor, segundo O Antagonista.

(Poder360)

Categorias:Brasil, Política

Marcado como:,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.