EUA alertam que Coreia do Norte pode testar novo míssil balístico intercontinental em breve

Uma autoridade militar de alto escalão dos Estados Unidos alertou que a Coreia do Norte pode, em um futuro próximo, começar a testar uma versão aprimorada de seus mísseis balísticos intercontinentais (ICBM, na sigla em inglês).

O general da Força Aérea americana, Glen VanHerck, fez o comentário em uma declaração para o Comitê de Serviços Armados do Senado, na terça-feira.

VanHerck apontou que Pyongyang revelou um novo míssil balístico de alcance intercontinental em outubro do ano passado.

Também ressaltou que o regime norte-coreano deu a entender que não está mais vinculado à proibição temporária de uso nuclear unilateral e de testes de ICBM, anunciada em 2018.

Em uma coletiva de imprensa após a audiência, Van Herck indicou que o governo do presidente Joe Biden está reforçando a vigilância, mas se recusou a compartilhar os detalhes.

O governo Biden pretende concluir sua vistoria sobre a política americana a respeito da Coreia do Norte após discutir a questão com o Japão e com a Coreia do Sul. Os titulares americanos das Relações Exteriores e da Defesa estão em visita aos dois países para conversar com os chefes das pastas correspondentes sobre o assunto.

A Coreia do Norte, por sua vez, reagiu fortemente contra os atuais exercícios militares conjuntos realizados pelos Estados Unidos e pela Coreia do Sul. Aparentemente, Pyongyang não respondeu às tentativas de contato feitas pelos Estados Unidos. (NHK)

Categorias:Mundo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.