O Facebook bloqueou a conta de Maduro por desinformação

O Facebook bloqueou a capacidade de Nicolás Maduro de publicar informações em sua página de rede social por um mês por ter “violado sua política contra a desinformação sobre covid-19”, disse um porta-voz da empresa à Efe neste sábado.

A medida não retira a página de Maduro da plataforma, mas sim “a congela durante 30 dias, durante os quais só pode ser lido o conteúdo anterior da conta”, mas nada de novo pode ser publicado, afirmou o porta-voz.

O Facebook também excluiu um vídeo postado naquela página “por violar suas políticas contra a desinformação sobre covid-19, que pode colocar as pessoas em risco de perigo”, acrescentou.

No vídeo, Maduro promoveu o uso do Carvativir, antiviral extraído do tomilho, e ordenou que fosse administrado a pacientes com COVID-19 como tratamento complementar, apesar de não haver evidências de que seja eficaz e seguro contra os doença.

“Seguimos as diretrizes da OMS (Organização Mundial da Saúde) que afirmam que atualmente não há medicamento para curar o vírus”, explicou o porta-voz.

A decisão de congelar a página do presidente na rede social se deve a “repetidas violações das regras” do Facebook, disse a fonte.

Maduro já havia criticado o fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, por não permitir que ele carregasse alguns vídeos em que falava sobre essa droga.

“Eles censuram todos os vídeos em que mostro o Carvativir”, denunciou o presidente durante ato governamental em 2 de fevereiro.

“Quem manda na Venezuela, dona do Facebook? Quem manda no mundo, dona do Facebook? Abusadores. Zuckerberg, tremendo abusador. O mundo tem que refletir sobre os abusos das redes sociais. São pessoas bilionárias que querem impor suas verdades , seus motivos, seus abusos no mundo ”, acrescentou.

A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) e a Academia Nacional de Medicina da Venezuela pediram ao Executivo do país que publique estudos que apóiem ​​a eficácia do Carvativir, o que não aconteceu, embora Maduro faça questão de qualificar esse medicamento como “milagroso”. (informações NTN24 / EFE)

Categorias:Américas, Tecnologia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.