Antissemitismo na UnB veta cooperação com Israel

Em Assembleia Extraordinária realizada em 22 de março último, a Associação dos Docentes da Universidade de Brasília (UnB) aprovou uma moção de repúdio à cooperação científica com Israel, país cujo estágio de desenvolvimento científico e tecnológico é admirado em todo o mundo.

Em fevereiro de 2021, a reitora da Universidade de Brasília, Márcia Abrahão, divulgou um encontro com o embaixador de Israel, Yossi Shelley, no qual foram discutidas propostas de colaboração científica e tecnológica. Do encontro resultou um convite às empresas israelenses para se instalarem no Parque Científico e Tecnológico da UNB (PCTec/UnB).

Frontalmente contrária a qualquer cooperação com o Estado de Israel, a Associação dos Docentes da Universidade enviou uma carta de protesto à Reitoria, na qual apelava para a rejeição de tal colaboração e alega para isso supostas agressões a direitos humanos e convenções internacionais, e pressiona a Reitora para não efetivar a cooperação da UnB com empresas e cientistas israelenses.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.