Estudantes judeus canadenses pedem às universidades que adotem a definição de anti-semitismo

Mais de 140 estudantes judeus assinaram uma carta aberta conclamando as instituições pós-secundárias canadenses a adotarem a definição de anti-semitismo da International Holocaust Remembrance Alliance (IHRA).

Isso “ajudaria os administradores a identificar melhor e a combater de maneira significativa” o anti-semitismo no campus, diz a carta, listando os incidentes na Universidade de Toronto, na Universidade McGill e na Universidade Queen’s.

“Como estudantes envolvidos na comunidade judaica no campus, podemos corroborar que o anti-semitismo encontrou um lar confortável demais nas universidades canadenses. Usar a definição da IHRA ajudaria os administradores a estabelecer quando formas mais insidiosas de anti-semitismo estão ocorrendo, “de acordo com a carta.

A definição global foi adotada como parte da estratégia anti-racismo do governo canadense em 2019. Desde então, foi endossada pelo governo provincial de Ontário, pela Universidade de Manitoba e pelos sindicatos estudantis da University of Western, o Global Imams Council e outros órgãos. (Israel Hayom)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.