Museus dos EUA vendem obras de arte para arrecadar dinheiro

Os museus americanos duramente atingidos pela pandemia estão vendendo pinturas para preencher lacunas de receita, com alguns indo mais longe e usando os fundos para diversificar as coleções, mas os críticos dizem que as vendas traem a missão das instituições de preservar as obras de arte para o público.

Os museus dos EUA só conseguiram vender obras, conhecidas como abatimento, para recomprar outras até abril de 2020, quando a Associação de Diretores de Museus de Arte (AAMD) suspendeu a proibição por dois anos para permitir que as instituições compensassem as perdas da era do coronavírus.

Alguns museus estão aproveitando a oportunidade para renovar e diversificar suas coleções, mas outros foram forçados a recuar devido à oposição das comunidades locais. 

Em setembro, o Museu do Brooklyn, que já lutava financeiramente antes da pandemia, colocou à venda 12 obras, incluindo uma de Monet e dois Dubuffets, para arrecadar fundos para manter sua coleção. (Informações da France24)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.