Juan Guaidó insiste em obter vacinas para a Venezuela

O presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, reiterou sua intenção de obter vacinas para a Venezuela, apesar das recusas do regime de Nicolás Maduro.

“Se já colocaram a metade (…) a Assembleia Nacional (2015 – 2021, que ele preside) está disposta a não só colocar a outra metade, mas, de uma vez, o 2022 da Covax, de uma só vez”, disse Guaidó em entrevista coletiva, “disse o presidente em reunião pública na capital Caracas.

Guaidó fez referência ao mecanismo do Covax, que já era parcialmente pago pela administração socialista, embora a origem desses recursos seja desconhecida.

“Chega de querer bloquear uma vacina ou outra, aquela entre a vacina que é acessível e comprovada cientificamente, ponto final (…) você tem que salvar vidas, chega de arrogância”, disse.

O pagamento do mecanismo Covax, coordenado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), é polêmico na Venezuela. O regime chavista bloqueou a entrada de um fornecimento de vacinas da AstraZeneca porque querem ser eles que escolhem “a melhor vacina” para o país.

No último fim de semana, Delcy Rodríguez informou que haviam cancelado 64 milhões para trazer vacinas para Covax, o que foi confirmado por Maduro: “Foi com recursos apreendidos nos Estados Unidos”, acrescentou o líder socialista. *NTN24

Categorias:Américas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.