Deterioração na liberdade de imprensa desde o início da pandemia

Houve uma “dramática deterioração” da liberdade de imprensa desde que a pandemia atingiu o mundo, disse o Repórteres Sem Fronteiras (RSF) em seu relatório anual publicado nesta terça-feira (20).

O novo Índice Mundial de Liberdade de Imprensa do grupo , que avaliou a situação da imprensa em 180 países, pintou um quadro nítido e concluiu que 73% das nações do mundo têm sérios problemas com a liberdade de mídia.

Ele disse que muitos países usaram a pandemia do coronavírus, que eclodiu na China no final de 2019, “como motivo para bloquear o acesso dos jornalistas a informações, fontes e reportagens de campo”.

Este é particularmente o caso da Ásia, Oriente Médio e Europa, disse o grupo de mídia .

“O jornalismo é a melhor vacina contra a desinformação”, escreveu o secretário-geral da RSF, Christophe Deloire, em um comunicado.

“Infelizmente, sua produção e distribuição são frequentemente bloqueadas por fatores políticos, econômicos, tecnológicos e, às vezes, até culturais.”

Os problemas também surgiram da queda na confiança do público no próprio jornalismo. O grupo disse que 59 por cento das pessoas entrevistadas em 28 países afirmaram que os jornalistas “tentam deliberadamente enganar o público relatando informações que sabem ser falsas”. *France 24, com AP, AFP

Categorias:Mundo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.