Quase 1,8 mil detidos em manifestações a favor do opositor Navalny na Rússia

Na quarta-feira (21), milhares de pessoas se reuniram durante a noite em várias cidades para pedir a libertação do opositor, Alexei Navalny, que está em greve de fome há três semanas e preocupa sua equipe.

Durante manifestações de apoio ao detido Alexei Navalny em todo o país, a polícia da Rússia prendeu 1.784 pessoas informou nesta quinta-feira a ONG OVD-Info.

De acordo com a OVD-Info, a maioria das detenções, 805, aconteceu em São Petersburgo, segunda maior cidade da Rússia, onde foram registrados vários casos de violência policial.

Em Moscou, os manifestantes protestaram nas proximidades do Kremlin e diante da sede do Serviço Federal de Segurança (FSB). Ao menos 30 pessoas foram detidas na capital, segundo a OVD-Info.

Manifestantes foram detidos em outras 95 cidades, de acordo com a organização, incluindo Ufa (119), Kazan (68) e Barnaul (58).

Em janeiro, mais de 11.000 pessoas foram detidas nos protestos organizados após a detenção do opositor russo.

Os simpatizantes do opositor convocaram os protestos para quarta-feira com o objetivo de coincidir com o discurso sobre o estado da nação do presidente Vladimir Putin. *Informações AFP

Categorias:Mundo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.