Comunidade internacional repudia embargo ao jornal El Nacional

Na sexta-feira (14), um juiz junto com funcionários da Guarda Nacional apreenderam as instalações do jornal El Nacional com base em uma dívida de 13 milhões de dólares.

O motivo dessas ações se deve a uma ação do deputado do regime de Diosdado Cabello que ele apresentou em 2015 por “difamação” quando a mídia publicou alguns vídeos em que ele estava ligado ao tráfico de drogas e teve que pagar US $ 13 milhões a Cabello que teria vencido o processo.

Após as denúncias às redes sociais, diversos personagens reagiram à situação, entre eles o Embaixador dos Estados Unidos na Venezuela, James Story, indicou que a apreensão das instalações não era contra um prédio, mas contra a liberdade de imprensa, garantindo que sem liberdade de expressão não pode haver eleições livres na Venezuela.

O presidente do Comitê de Liberdade de Imprensa e Informação da SIP e diretor do jornal La Voz del Interior de Argentina, Carlos Jornet, exortou a comunidade internacional a agir ante o ocorrido e expressou sua solidariedade aos trabalhadores do jornal.

O diretor da Divisão das Américas da Human Rights Watch, José Miguel Vivanco, classificou o embargo de “aberração” e expressou que poderia ser uma tática de Maduro para suspender as sanções “limpando sua imagem”.

El Nacional, é um jornal emblemático fundado em 1943 que deixou de circular em edição impressa em dezembro de 2018 após 75 anos de história, incluindo duas décadas de confronto com os governos de Hugo Chávez e seu sucessor, Maduro e eles tiveram que emigrar para o mundo da web como outras mídias nos últimos anos. *Informações NTN24

Categorias:Américas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.