Israel golpeia Gaza com nova rodada de ataques enquanto o impasse diplomático continua

Ataques aéreos israelenses atingiram a Faixa de Gaza nesta segunda-feira (17), após uma semana de violência que deixou quase 200 mortos, entre israelenses e palestinos, apesar dos apelos internacionais para diminuir a escalada.

Cerca de 3.100 foguetes foram disparados por militantes palestinos contra Israel desde que o conflito se intensificou em 10 de maio, na mais intensa troca de tiros entre os rivais em anos.

Na manhã de segunda-feira, um repórter da AFP em Gaza viu enormes nuvens de fumaça cinza saindo de uma fábrica de espuma de colchão, enquanto membros da defesa civil apontavam mangueiras de água de alta pressão para o incêndio.

O Exército de Israel disse em um comunicado que atingiu as casas de nove comandantes de “alto escalão” do Hamas, sem fornecer detalhes sobre as vítimas.

O bombardeio noturno também incluiu uma terceira rodada de ataques no que o exército chama de “Metrô”, seu termo para uma rede de túneis subterrâneos do Hamas.

Cinquenta e quatro caças a jato percorreram 15 quilômetros (nove milhas) de túneis, que o Exército reconheceu que passam em parte por áreas civis.

Reuniões de emergência

Os novos ataques aconteceram depois que o Conselho de Segurança da ONU e as nações muçulmanas realizaram reuniões de emergência no domingo para exigir o fim do derramamento de sangue de civis.

O presidente Joe Biden não deu sinais de pressionar Israel a concordar com um cessar-fogo imediato, apesar de novos apelos de alguns democratas para que o governo Biden se envolvesse mais. Seu embaixador nas Nações Unidas , Linda Thomas-Greenfield, disse em uma reunião de emergência de alto nível do Conselho de Segurança que os Estados Unidos estavam “trabalhando incansavelmente por meio dos canais diplomáticos” para interromper os combates.

Funcionários do governo Biden pediram calma, mas não disseram nada publicamente sobre incitar Israel imediatamente a seguir o impulso do Egito e outros por um cessar-fogo. Thomas-Greenfield disse que diplomatas americanos estão se envolvendo com Israel, Egito e Catar , junto com a ONU. *Informações France24

Categorias:Mundo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.