Museu sobre incidente da Praça da Paz Celestial é fechado temporariamente em Hong Kong

Após inspeções por autoridades de Hong Kong, foi fechado no território um museu que retrata a repressão violenta da China aos protestos pró-democracia de 1989 realizados em Pequim.

Diante do marco que assinala 32 anos desde o incidente da Praça da Paz Celestial na sexta-feira (4), autoridades parecem estar reforçando a repressão contra atividades relacionadas ao evento histórico.

O Museu 4 de Junho foi criado por um grupo civil local em 2014 em memória à repressão ocorrida na Praça da Paz Celestial em 4 de junho de 1989. Desde a inauguração, o museu continuou com suas atividades, apesar de ter sido transferido de local e ter tido diversas exibições suspensas.

O grupo civil anunciou o fechamento do museu na quarta-feira (2), afirmando que autoridades inspecionaram o lugar no dia anterior para verificar se possuía as devidas licenças para as exposições. O grupo acrescentou que não há perspectiva para reabertura.

O museu estava recebendo muitos visitantes nos dias que antecedem o dia 4, data que assinala 32 anos desde o incidente.

Os administradores do museu também planejavam realizar uma manifestação em um parque no centro de Hong Kong na sexta-feira à noite. No entanto, autoridades do território não deram o aval para o evento, citando como motivo medidas de prevenção contra o coronavírus. *NHK

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.