Os líderes da UE pedem investigação irrestrita sobre as origens da Covid-19

Os líderes da UE pediram nesta quinta-feira (10) uma investigação irrestrita sobre as origens da pandemia Covid-19, identificada pela primeira vez na China central, em meio a críticas a uma investigação inicial da Organização Mundial de Saúde.

O estudo da OMS em janeiro e fevereiro foi “insuficiente e inconclusivo”, disse a missão dos EUA nas Nações Unidas em Genebra em um comunicado no mês passado, pedindo o que chamou de uma segunda investigação oportuna, transparente e baseada em evidências a ser conduzida, incluindo na China.

“Os investigadores precisam de acesso completo a tudo o que for necessário para realmente encontrar a origem desta pandemia”, disse a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, em entrevista coletiva em Bruxelas.

O chefe do Conselho Europeu, Charles Michel, disse: “O mundo tem o direito de saber exatamente o que aconteceu para poder aprender as lições”. Ele acrescentou que a UE apoiou todos os esforços.

Categorias:Mundo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.