Japão quer cooperar com a União Europeia para conter a China

O ministro da Defesa do Japão, Kishi Nobuo, salientou a importância da cooperação com a União Europeia para garantir a paz e a estabilidade na região Indo-Pacífico, em meio às crescentes atividades da China.

O ministro fez este comentário na quinta-feira, durante um discurso proferido em um encontro virtual do subcomitê de segurança e defesa do Parlamento Europeu. Kishi foi o primeiro ministro da Defesa do Japão a participar de tal sessão.

Segundo Kishi, 40% do comércio exterior da Europa passa pelo Mar da China Meridional. O ministro salientou as “tentativas unilaterais da China de mudar o status quo através da coerção” na região.

Kishi acrescentou que a China estava construindo instalações e realizando exercícios militares nesses mares, e que os desafios do Japão na região Indo-Pacífico são os mesmos enfrentados por países europeus em suas regiões.

O ministro disse ainda que é importante que cada país se oponha veementemente a comportamentos que aumentem a tensão e envie uma mensagem clara de que a ordem internacional com base no respeito da lei é crucial. *NHK

Categorias:Mundo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.